VITÓRIA DA EDUCAÇÃO PAULISTA E DOS ESTUDANTES!




O que aconteceu?
Centenas de  secundaristas do Estado de São Paulo deram uma aula de cidadania e participação nos rumos da educação ao ocuparem escolas de todo Estado contra a reorganização do ensino paulista sem qualquer diálogo com a comunidade.

Em Campinas, não foi diferente. Na Região Metropolitana de Campinas, 12 escolas foram ocupadas e ameaçadas de terem seu direito de manifestação violado.

Após episódios lamentáveis, Minha Sampa teve a iniciativa de construir o "De Guarda Pelas Escolas" para construir uma rede de alerta. Em caso de desocupação forçada, os guardiões cadastrados no site, recebiam um SMS para comparecer e proteger a escola em questão.

Em Campinas, fizemos o mesmo e colaboramos para garantir o direito dos estudantes de se manifestarem, que foi também ameaçado por desocupações forçadas da PM. Por duas vezes houve ameaça às ocupações, mas foram só ameaças. Antes que algo de ruim acontecesse, os estudantes atingiram suas pautas e desocuparam as escolas em uma aula de cidadania.



Quem tinha propostas pra ajudar a ocupar as escolas, também participou! As ocupações cuidaram muito bem de suas escolas e mostraram como gostariam que elas fossem diariamente. Realizaram oficinas, palestras, aulas, apresentações e atividades propostas por quem apoia esse movimento incrível dos estudantes.

Quem queria colaborar, clicou ao lado, inscreveu sua proposta e nós disponibilizamos essas informações para as escolas que estávamos em contato!

GIGANTE VITÓRIA DOS ESTUDANTES!

Eles se manifestaram e não teve nem violência e nem desocupação forçada!


Por que a Minha Campinas
entrou nessa mobilização?

A Minha Campinas  acredita que a construção de uma cidade mais inclusiva passa pelos investimentos necessários em educação - e que qualquer mudança nessa política pública essencial deve ser amplamente discutida com os pais, alunos e professores e beneficiar claramente a comunidade escolar com um todo.

Para ler mais sobre esse assunto e consultar as fontes das informações citadas por nossa equipe, clique aqui.